Cotidiano de nossas vidas: Eu não quero ter mais “Adelismo”!

Ok, quero deixar claro logo no início que amo o George Michael e admiro demais a Adele, sério!  Mas isso não tem nada a ver com a música dos dois, tem a ver com a nossa busca incessante por fazer o máximo do possível (até o impossível) para chegar na perfeição.

Quem viu o Grammy desse ano, se deparou com Adele pedindo desculpas por ter errado o tom justamente na homenagem à Michael, mas convenhamos aqui, quando não erramos?

Continuar lendo “Cotidiano de nossas vidas: Eu não quero ter mais “Adelismo”!”

Cotidiano de nossas vidas: Seu copo tá meio cheio ou meio vazio? Sábio Churchill…

Vou ser bem direta logo no início, tá? Ver as coisas sob uma perspectiva diferente é o ponto crucial que nos diferencia em otimistas versus pessimistas, afinal, ter perspectiva é como se você estivesse olhando algo de longe…um panorama das coisas.

Se você pudesse enxergar sua vida lá na frente, como veria? Com qual perspectiva? Boa ou ruim?

Os otimistas costumam vestir uma blindagem que os protege das dificuldades. Já o pessimista, já se vê na própria dificuldade. O otimista enxerga com mais facilidade o lado bom da vida…o pessimista só enxerga o pior e tem certeza que ele terá a pior parte (por que com ele tudo é terrível e sacrificante). Quem não conhece alguém assim? E mais: quem nunca agiu assim na vida que atire a primeira pedra.

Continuar lendo “Cotidiano de nossas vidas: Seu copo tá meio cheio ou meio vazio? Sábio Churchill…”

Cotidiano de nossas vidas: Valorizando cada vez mais a dúvida…

E aí chega um dado momento na sua vida que você começa a questionar tudo, como uma criança de 4 anos que descobre o mundo. Começa a achar que muita coisa não faz mais sentido,  tanto de ser feita quanto de ser pensada e daí começa a incomodar.

Continuar lendo “Cotidiano de nossas vidas: Valorizando cada vez mais a dúvida…”